Corpo e Movimento em Educação 2

17: Conceitos psicomotores:

A compreensão de alguns conceitos é essencial para o entendimento da psicomotricidade:

A maturação – organização de acordo com as possibilidades biológicas e os estímulos recebidos do ambiente. A consciência corporal se origina nos domínios da percepção (intero, próprio e exterocepção ) que inicialmente estão dissociados. A maturação só ocorre quando a noção do próprio corpo se dá através das reações afetivas que se submetem ao controle da ação exteroceptiva. Maturação leva ao controle e integração de movimento, ritmo, construção e orientação espacial, identificação de objetos e imagens e a palavra.

Imagem e esquema corporal – a imagem é afetiva, como o ego e o esquema é ligado a estrutura neurofisiológica. Ambos são o resultado de percepções do corpo e se manifestam originando a personalidade, numa engrenagem única. A imagem é naturalmente narcisista, pois é importante que cada um goste de si próprio (autoestima).

Finalizando: a comunicação do indivíduo com o mundo se efetiva através do esquema e imagem corporal que se complementarão para formar o corpo real e imaginário se integram ao tônus e o narcisismo na psicomotricidade.

Relaxamento– técnica de conhecimento do corpo, intimamente ligado ao esquema corporal onde a respiração influi na qualidade dos movimentos.

Segundo Vayer (1984) através da contração e distensão muscular a criança desenvolve a auto consciência de seu próprio corpo e estabelece um diálogo entre ele e os objetos a sua volta. O termo relaxação é empregado ao se referir ao estado físico e relaxamento, à técnica. A relaxação atua sobre o tônus alterando a tensão e trazendo benefícios em casos de bloqueio no esquema corporal. Conscientizar-se de seu EU e de seu próprio corpo auxilia a aprendizagem e o relaxamento favorece a formação desta consciência corporal.

Equilíbrio postural e tônico – aqui também temos forte influência do esquema corporal de cada indivíduo. A regulação do tônus muscular mantem a relação corpo e alma porque equilibra a vida vegetativa (movimentos inconscientes) e os neurofisiológicos responsáveis pela atenção (movimentos conscientes). O tônus é o conceito de base da Psicomotricidade mas basicamente vale entender que é um fenômeno nervoso que participa de todas as funções motoras, é o suporte da linguagem corporal e expressa sua íntima relação com as emoções representando assim, um critério de definição da personalidade, onde toda e qualquer emoção tem sua origem no domínio postural.

Portanto, o conceito de diálogo tônico prevê a expressão do corpo e do início da formação da personalidade no momento em que o bebê relaciona-se com sua mãe no ato de amamentar.

O cérebro deve ajustar o tônus postural em combinação com o desenvolvimento do ato motor e são esquemas posturais inconscientes, que vão depender das informações visuais, táteis, musculares e articulares.

A equilibração pode ser perturbada por causas psicológicas e nesse caso o educador deverá estar mais atento, oferecendo apoio necessário para levar a criança a adquirir confiança e segurança, o que é essencial para o funcionamento dos mecanismos inconscientes citados anteriormente.

Obrigada por seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s