POEMEI-ME!!

Poemei-me

Poemei-me, de início por espanto
com a amiga desdobrável de Adélia,
Para logo tornar-se encanto.
Poemei-me por sorte de presente,
brincadeira de amigo escondido
como criança esconde doce.
Poemei-me de delicadeza,
de palavras formando o caminho
Poemei-me de forma intensa
ao abrir as páginas de seu gesto
e encontrar tanto de mim
em tanto que não conheço.
Poemei-me por fechar este ano
feliz, cansada e mais velha,
e ao mesmo tempo criança
com sua nova amizade
Poemei-me por mim e por você
Para sermos felizes em todos os anos
que nos forem destinados
e entre palavras e palavras
a vida continue nos servindo
do prazer de cultivar poesia!

Depois de mais de 1 mês sem escrever neste meu espaço, dedico minha volta a amiga Tatiane, que com um gesto de carinho enviou-me o seu livro “Poeme-se”. Só uma palavra traduz minha alegria em receber este presente:
Obrigada!

Obrigada por seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s