Publicado em Sem categoria

Professor: Reprodutor, Ator ou Autor?

Depois de um bom tempo sem tempo para BLOGAR, não resisti: As mudanças estão começando, as descobertas e trocas nos auxiliam no dia a dia e, a despeito de todas as diversidades, quando se VÊ/OUVE/REFLETE descobre-se que não estamos sós.
Resgatar a dignidade de ser professor, de ser AUTOR em busca da construção do conhecimento, na troca, no respeito mútuo, na solidariedade, na cooperação, na inclusão. Investindo na consciência crítica que existe em cada um de nós e que o sistema insiste em deletar.
Não somos tecnologia. Usamos a tecnologia. Não somos programados e não programamos. Criamos. Ninguém vai nos dizer o que fazer, pode sim, me orientar no melhor caminho a seguir.
O AUTOR descreve a cena, mas é o LEITOR que a constrói da sua maneira. O texto pode ser o mesmo, mas cada leitor terá sua cena única, diferente em cada detalhe do leitor ao lado. Assim devem ser nossos alunos: leitores do mundo. Assim devemos ser: Autores do mundo. E ao mesmo tempo, integrando-se os papéis, lemos o mundo de nossos alunos que eles escrevem em seus textos de vida.

Trecho da entrevista do Profº Nelson Pretto ao Portal Educarede

O Blog do Profº Nelson Pretto: http://nelsonpretto.livejournal.com/

Autor:

Procurando construir aprendizagens pela rede, pois acredito que através dela seja possível alcançar uma educação democrática. Pedagoga e especialista em Informática, quase especialista em Educação a Distância.

Obrigada por seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.