Reflexão sobre Computadores na Educação

Esta semana nossa lista dos Blogs Educativos, ficou movimentadíssima por conta de um artigo polêmico e desafiador recém saído da Folha de São Paulo: Computador na Escola não Melhora a Educação.
Dentre muitas e excelentes colocações, uma delas elucida bem o problema geral e publico aqui para uma boa reflexão:

“Vou ilustrar com um caso. O fundador do grupo Bloch Editorial (Revista manchete, Tv Manchete…) certa feita discutiu com um fotógrafo de uma de suas revistas sobre a qualidade das suas fotos. Ele utilizou alguns argumentos e por fim, ao ver seu trabalho comparado com um publicado na National Geográfic, utilizou o argumento do equipamento. Então o SR Adolfo Bloch Tirou uma caneta de ouro da gaveta e a entregou ao fotógrafo dizendo para voltar em um mês com uma obra da qualidade de uma Machado de Assis. O fotógrafo respondeu que aquilo era um absurdo pois uma caneta de ouro não faz de ninguém um escritor. O Sr. Adolfo então disse que uma câmera, marca e modelo tal não o faria um fotógrafo melhor.
Desde o meu início na EaD e TIC sinto um certo incômodo com as apologias à tecnologia. Ela (tecnologia) está aí e temos de nos utilizar dela seja na escola, no trabalho em casa… A questão é que para muita gente ela é como a tábula de salvação.
Se Sócrates fosse vivo preferiria milhões de vezes ficar ao seu lado conversando e discutindo do que ler um blog sobre suas discussões. Aliás, ele nem mesmo escreveria um. A tecnologia é uma ferramenta e não um fim. Caso não a vejamos assim pode ser que vire “O FIM”. Para pensar, para buscar, para aprender é necessário em primeiro lugar, postura. A tecnologia pode ser (ou não) uma ferramenta para esse fim.
Essa geração hoje é a famosa copia e cola. A tecnologia possibilitou isso. É claro que tem uns poucos que tem interesse em aprender e buscam aprender. Um diretor da rede Pitágoras fez uma palestra em certa oportunidade falando que lá as provas tinham obrigatóriamente de consulta. Isso porque o professor deveria criar uma prova onde as respostas não estivessem no livro. Tinham de fazer os alunos pensarem.
Particularmente continuo acreditando que EDUCAÇÃO pode ser feita sentado ao pé de uma árvore na sombra. Também pode ser feito dentro de uma sala com tudo o que de mais sofisdticado em termos de tecnologia.”

Enviado po Admar Cardoso – Psicólogo e Educador – MG

Continuaremos em breve…

Obrigada por seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s